)

Angioedema hereditário (AEH)

Entendendo o angioedema hereditário

O AEH é uma doença hereditária rara, que pode causar ataques de inchaço e, geralmente, dor em partes específicas do corpo, como por exemplo no abdómen, mãos, pés, braços, pernas, órgãos genitais, garganta e rosto. Dependendo da gravidade da doença, algumas pessoas terão muitos ataques por mês, enquanto outras passarão meses sem um ataque.

As pessoas com AEH podem ter deficiência de uma proteína chamada inibidor de C1 esterase (C1-INH). Esta deficiência pode ser do tipo I (diminuição da quantidade da proteína) ou do tipo II (diminuição da funcionalidade da proteína). Há pacientes com C1-INH normal (quantidade e função), mas com outra alteração genética, nem sempre identificável. O defeito da C1-INH está no código genético do paciente, o que caracteriza a doença como hereditária (pode acometer outros integrantes de uma mesma família).

São necessários mais estudos para uma melhor compreensão do AEH com inibidor C1 normal.

A CSL Behring oferece inibidor de C1 esterase industrializado com esta indicação aprovada na bula brasileira. Fale com seu médico para obter mais informações.

  • 1 / 40.000 - 50.000

    pessoas afetadas com AEH.

  • 50%

    chance do(a) filho(a) de um paciente com AEH ter também a doença.

  • 200

    mutações genéticas diferentes que causam sintomas relacionados ao AEH foram identificadas até o momento.

*Todas as estatísticas apresentadas são globais, salvo exceções indicadas no texto.