Ben Davies)

Imunodeficiência e doenças autoimunes

Entendendo as imunodeficiências e as doenças autoimunes

Seu sistema imunológico protege seu corpo contra microorganismos perigosos, como vírus e bactérias, bem como, células cancerígenas. Quando esses organismos infectam um corpo saudável, o sistema imunológico responde produzindo anticorpos e células sanguíneas especiais (chamadas de linfócitos) que tentam erradicar a infecção. As imunodeficiências ocorrem quando seu sistema imunológico não consegue responder adequadamente à infecção. As pessoas também podem apresentar uma condição oposta, ou seja, um sistema imunológico hiperativo que ataca as células saudáveis como se fossem corpos estranhos, isto caracteriza as chamadas doenças autoimunes, como por exemplo a polirradiculoneuropatia inflamatória desmienilizante crônica (PIDC). Os dois cenários podem criar condições que trazem risco à vida. Nestas situações, a critério médico, pode haver necessidade de reposição de imunoglobulinas, como forma de tratamento.

A imunoglobulina, também conhecida como Ig, é um componente do plasma sanguíneo humano. Na CSL Behring, nós desenvolvemos várias imunoglobulinas (Ig) para tratar condições raras relacionadas ao sistema imunológico, onde não há Ig em quantidade suficiente. Além disso, nosso portfólio de produtos inclui imunoglobulinas humanas hiperimunes, indicadas para tratar eterminadas doenças, como tétano, varicela, raiva e hepatite A e B.

  • Mais de 300

    tipos de imunodeficiências primárias.

  • 9 a 15 anos

    é normalmente o tempo entre o aparecimento dos sintomas e o diagnóstico de IDP

  • A cada ano, uma a duas pessoas em cada 100.000

    são diagnosticadas com PIDC

*Todas as estatísticas apresentadas são globais, salvo exceções indicadas no texto.

Como podemos lhe ajudar?

Imunodeficiência primária

As Imunodeficiências primárias são um grande grupo de distúrbios hereditários ou genéticos que impedem o funcionamento normal das células do sistema imunológico, fazendo com que o paciente não seja capaz de combater as infecções.

Imunodeficiência secundária

As imunodeficiências secundárias ocorrem quando o sistema imunológico é comprometido por um fator externo e não por um fator genético. Os fatores externos podem incluir envelhecimento, alguns tipos de câncer, procedimentos como transplante, além de alguns medicamentos.

Polirradiculoneuropatia inflamatória desmielinizante crônica (PIDC)

A PIDC é um distúrbio neurológico causado por dano à bainha de mielina dos nervos periféricos. Geralmente, caracteriza-se pela crescente fraqueza nas pernas e nos braços.

Púrpura trombocitopênica idiopática (PTI)

A PTI é um distúrbio autoimune que resulta em baixa contagem de plaquetas. Uma contagem de plaquetas muito baixa pode levar a maior suscetibilidade a hemorragias.

Síndrome de Guillain-Barré (SGB)

A SGB é um distúrbio inflamatório dos nervos periféricos fora do cérebro e da medula espinhal. Caracteriza-se pelo rápido surgimento de dormência, fraqueza e, geralmente, paralisia das pernas, braços, músculos respiratórios e rosto.

Doença de Kawasaki

A doença de Kawasaki é uma doença grave, caracterizada pela inflamação dos vasos sanguíneos em todo o corpo, e afeta principalmente crianças novas e lactentes.